Momondo,  Reflexões

VIAJAR | APRENDER DE FORMA GRATUITA

A Momondo desafiou-nos a partilhar um momento que nos tivesse aberto os olhos de tal forma, que nos moldou e transformou em quem somos hoje. É difícil escolher apenas um momento, porque nos vamos moldando e adaptando face a cada uma das nossas experiências que tivemos em viagem.

Muitos de vocês devem também viajar e, por isso, vão entender o que vamos escrever. No entanto, queremos direcionar este post, a todos os que têm curiosidade em perceber porque é que viajar se torna um vício. Não podemos chamar bem de vício, não é a palavra adequada. Um vício traz prejuízo para a pessoa viciada. E viajar…bem! Viajar dá-nos muitas coisas de forma “gratuita”.
 

Há pessoas viciadas em café, outras em tabaco, muitas optam pela bebida e algumas até pela droga. Contra mim falo, que faço parte do grupo da cafeína. O João é isento neste jogo. No entanto, o vício das viagens é proveitoso para nós.

Reflexões à parte, queremos concentrar-nos naquilo que uma viagem nos pode dar de forma “gratuita”.

Sabem quando olhamos para algo com outros olhos? O que foi preciso mudar em nós para isso acontecer? Os anos fazem-nos assim? Talvez sim! Ou talvez a passagem dos anos nos traga algo que não podíamos ter tido antes.

Porque é que viajar nos abre os olhos? Porque nos traz algo que não tínhamos. O poder da observação!

Vimos felicidade a viver com pouco e vimos pobreza. Vimos cidades cheias de carros e lojas de luxo, longe dos subúrbios onde pessoas pedem para comer. Vimos culturas diferentes, aquelas que vivem para a religião e aquelas em que isso já não é prioridade. Vimos aqueles que vivem com conforto e aqueles que dormem no chão. Vimos os que têm fardas oferecidas pela escola onde estudam, e aqueles que têm aulas sentados no chão, numa sala de pedra. Vimos os que são felizes a correr descalços e aqueles que andam apressados sem ar de felicidade.

No mundo em que vivemos hoje, em que tudo é feito a correr, não vamos aprender a viver devagar. No entanto, viajar ensina-nos a aproveitar as pequenas coisas, que às vezes só damos por elas, quando estamos numa situação de finitude.

Hoje, olhamos para as coisas com outros olhos. Nós mudámos e com os anos mudou a nossa forma de olhar o mundo.

Mais sobre viajar em:

Reserva os teus voos

#admomondo #owtravelers

Reserva os teus hotéis

Partilhar
  • 3
    Shares

Comentar

%d bloggers like this: