Destinos,  Europa,  Itália

Roma | Da ficção à vida real

HOJE VAMOS FALAR DE SONHOS!

Quantas vezes já se deram conta de estar a ler um livro ou a ver um filme e a dizer para os vossos botões: quero tanto estar naquele lugar. Muitas não é?

Nós também começámos assim e decidimos que não podíamos continuar atrás das páginas de um livro ou à frente de um ecrã de televisão.

Vamos lá concretizar os nossos sonhos!

Desafiados pela @Momondo a contar qual o filme ou livro que nos inspirou a conhecer um lugar na vida real, queremos falar de uma das experiências mais marcantes para nós.

Fomos a Roma e vimos o Papa! Literalmente!

Em Março de 2013, estávamos nós a fazer um roteiro por Itália e, como não podia deixar de ser, Roma foi a nossa primeira paragem.

Quisemos conhecer todos os locais e mais alguns, inspirados no livro “Anjos e Demónios“, de Dan Brown. Robert Langdon, é chamado, mais uma vez, a cumprir o seu dever na arte de decifrar um símbolo gravado no peito de um cientista do CERN, brutalmente assassinado. Este acontecimento está ligado ao rapto de quatro cardeais, supostamente favoritos ao cargo de Papa. O resto? Têm de descobrir ao ler o livro ou ver o filme, porque não gostamos de spoilers.

Percorremos as ruas de Roma, pintadas de cores terra e monumentos colossais a cada canto, passando por muitos dos locais retratados na história de Dan Brown:

 

  • Piazza del Popolo com um obelisco egípcio de 24 metros no seu centro, contém numa das pontas a Porta del Popolo, uma das antigas entradas para a cidade de Roma.
  • Panteão, com uma cúpula de 43 metros de altura, sem uma única coluna de sustentação, é um dos melhores desafios arquitetónicos.
  • Piazza Navona, a praça mais célebre da cidade. Com uma das obras colossais de Bernini, um Obelisco de 12 metros de altura, rodeado de gigantes em cima de uma fonte. Uma praça cheia de cafés charmosos, palácios e igrejas que a tornam num dos locais mais bonitos que vimos.
  • Castelo Sant´Angelo com a estátua de bronze do Anjo Miguel no seu topo que data do ano 130. Dá para acreditar? Supostamente a espada do anjo indica um caminho em conjunto com várias outras estátuas dentro do castelo, para o Il Passetto, que liga o castelo a um dos palácios do Vaticano. Subam ao topo do castelo, porque a vista para o Vaticano é soberba.
  • Vaticano foi, para nós, o culminar da nossa viagem a Roma e talvez o momento mais histórico que vivemos, até hoje, enquanto viajantes. Nunca entrámos em Catedral tão assustadoramente gigante e bonita como a de São Pedro. Pena foi não termos podido visitar a Capela Sistina. Porquê? Parecia que estávamos perdidos no meio da história do livro porque nesse momento, em Roma, decorria um conclave para a eleição de um novo responsável máximo da Igreja Católica. Já sabíamos de antemão que não íamos ver os frescos de Miguel Ângelo. O que não sabíamos era que estaríamos na Praça de São Pedro na noite de 13 de Março de 2013.

Depois de vários quilómetros nas pernas e de um dia a absorver tudo o que Roma tinha para oferecer, chegámos ao nosso B&B, ligámos a tv e eis que a notícia estava em todos os telejornais do mundo: FUMO BRANCO NO VATICANO!

Católicos ou não, praticantes ou não, somos viajantes e não podíamos estar em Roma e não assistir àquele momento ao vivo e a cores.

Corremos em direcção à Praça de São Pedro e esperámos até a janela se abrir. A ovação foi mil vezes maior que num estádio de futebol quando a equipa da casa marca golo.

Era Jorge Mario Bergoglio, o novo Papa de nome Francisco, a falar pela primeira vez para o mundo inteiro.

E nós fazíamos parte do pequeno mundo que não estava atrás da televisão, mas sim na Praça de São Pedro, no dia 13 de Março de 2013.

Reserva os teus voos

#admomondo #owtravelers @momondo

Reserva os teus hotéis

Partilhar
  • 12
    Shares

Comentar

%d bloggers like this: