Áustria,  Destinos,  Europa

Hallstatt | Do sonho para a Aldeia Encantada dos Alpes Austríacos

Hallstatt é uma das imagens que aparece no protector de ecrã da nossa televisão. O que é que costumamos pensar em relação a essas imagens? Isto nunca vai passar de um sonho. Um sítio, que vamos sempre imaginar, como seria lá estar.

Querem saber uma coisa que não é novidade? A realização dos sonhos não nos cai aos pés. Por isso, quando marcámos esta viagem já tínhamos isso em mente e não podíamos passar à frente daquela oportunidade que não vai surgir mais. Decidimos organizar um roteiro no qual esta aldeia não podia faltar. E assim foi!

Saímos de Innsbruck em direcção a Hallstatt, numa viagem que demorou cerca de 3h. Já íamos um pouco saturados de tantos kms de carro em tão poucos dias.  As estradas austríacas são um pouco monótonas. E só conseguíamos pensar no destino.

No entanto, quase a chegar a Hallstatt, existem umas cidades pequeninas, muito pitorescas, Abtenau e Gosau. São cidades no meio da montanha, com as típicas casas austríacas, meio cobertas de neve, espalhadas ao longo dos campos. São locais escolhidos para desportos de Inverno, devido à sua localização privilegiada. Este percurso transformou-se no melhor trajecto de carro que fizemos em toda a Áustria.

Hallstatt é uma aldeia da alta Áustria, que pertence a Salzkammergut, rodeada pelo lago Hallstatter See e conhecida pela sua produção de sal a partir das minas locais. Foi declarada Património da Humanidade pela Unesco em 1997.

Estacionamento:

Chegados a Hallstatt, foi bastante difícil encontrar um estacionamento fora dos locais que são pagos. Desistimos de procurar e deixámos o carro num parque que existe logo à direita, depois da saída do túnel que dá acesso à aldeia. Fica mesmo atrás do supermercado. Como este, existem mais dois, e é só pagar à saída. Sim, o estacionamento é caro. Pagámos 6,50€ por duas horas, mas acreditem que este sítio merece esse dinheiro.

Quando saímos do carro percebemos que o local estava lotado de turistas. No entanto, a aldeia tende a não ceder a essa procura, uma vez que não existem muitas infra-estruturas. Existem dois ou três restaurantes abertos, um hotel mesmo no centro, alguns cafés e um supermercado com pouca oferta mesmo na entrada da aldeia. Por isso, se o objectivo é ir e ficar, abasteçam-se antes de chegar lá. E é isso que lhe dá o encanto!

O que fazer: visitar a igreja católica, o skywalk, dar um passeio de barco no Hallstatter See ou visitar as minas de sal.

Querem saber o que fizemos não é? Não fizemos nada disso, simplesmente passeámos e desfrutámos da paisagem arrebatadora.

Curiosidade: existem várias placas afixadas nas casas com indicações para manter o silêncio. Ainda bem que os habitantes reconhecem a paz que ali se pode viver, apenas perturbada pelas multidões bastante ruidosas de turistas, como pudemos comprovar. Sabem aqueles locais onde chegamos e nem sequer apetece comentar de tão incríveis que são? Só conseguimos relaxar os músculos da mandíbula para ficar de boca aberta? Este é um deles. Aquelas cores das casas, cravadas na montanha meio coberta de neve e um lago escuro cheio de cisnes.

O que dizer sobre este paraíso na terra? As imagens falam por si!

Acho que não é difícil perceber porque é que este local foi o ponto alto da nossa roadtrip na Áustria. É sem dúvida um lugar de sonho. Deixou de ser só o nosso protector de ecrã da televisão para ser agora um sonho concretizado.

Gostaram das cores de Hallstatt?

Querem planear as vossas férias como nós?

Reserva os teus hotéis em Booking.com :

Reserva os teus voos com a Momondo

Partilhar
  • 18
    Shares

Comentar

%d bloggers like this: